28.6.07

não desiste
enquanto não tenta
a seção de correspondência
da revista

manda cartas perfumadas
pras moças
dizendo ser um cara bacana
cola adesivo do pernalonga
disfarça pernas trêmulas
quando o carteiro traz
a conta

de luz

27.6.07

tom sawyer

a aventura acabou não volto
a escalar as escadas do seu prédio
até que me saltem varizes

com minhas melhores roupas de baixo
no cantil minhas piadas mais felizes
pra encher o seu saco
de dormir
comigo


25.6.07

vupt

só leu um livro na vida
que falava sobre o vento
com voz fina

se lhe escrevo um verso
e leio em voz alta
não vê graça

não sabe ouvir pausas
como as minhas
nossas idas e voltas

agora não adivinha
que carrego um poema
pra entregar antes que vá
embora junto com a ventania



22.6.07

um fuzil pra mim



aprendi no google que existe um livro com o seguinte subtítulo:
um fuzil para ana guadalupe.

17.6.07

declaração de ódio

aos cadernos brochura.
não consigo pensar em coisa mais ridícula.

13.6.07

sf 1 Briefwechsel, Korrespondenz, Schriftverkehr. 2 Post, Posteingang, Postausgang. 3 Entsprechung

na alemanha em 1817
três crianças iniciaram
uma divertida corrente
por correspondência

dentro de doze minutos
envie para mais dez pessoas
para receber belíssimos
postais do mundo todo

caso não aprecie postais
será o primeiro a quebrar
a corrente
e jamais receber uma carta
de amor

12.6.07

o mundo silencioso


num esforço para que as pessoas
olhem mais nos olhos umas das outras,
e também para satisfazer os mudos,
o governo decidiu determinar
para cada pessoa exatamente cento
e sessenta e sete palavras por dia.

quando toca o telefone, ponho-o ao ouvido
sem dizer alô. no restaurante
aponto para a canja de galinha.

estou me ajustando bem ao novo jeito.
tenho estampas para todas as ocasiões.
cada manhã invento uma nova frase
que imprimo numa camiseta,
como os seres humanos estão vindo
ou karaokê para mudos.

tarde da noite, ligo para meu amor distante,
orgulhoso digo somente gastei cinqüenta e nove hoje.
guardei o resto para você.

quando ela não responde
sei que usou todas as suas palavras
então sussurro lentamente eu amo você
trinta e duas vezes e um terço.
depois disso, ficamos junto à linha
ouvindo um o respirar do outro.


-

jeffrey mcdaniel
tradução de mauro faccioni filho

5.6.07

óculos do chaves

1.

quantas voltas
pra sua alegria
voltar a pé
pra beber com
a gente te falar
com cuidado
não se recuse a usar
seus dedoches
pra dizer não
às drogas
que te roubam
a ternura



2.

um curto-circuito
no fio da meada
do novelo de lã
que usava

pra rechear umbigos
andar em círculos
te comer melhor
com suas próprias
lombrigas



3.

daqui pra
frente
não seja assim
tão
rebelde
cultive acne
coma granola
e de vez em
quando
escute enya




1.6.07

maneiras

último telefonema numa noite de março - mergulho
com chiclete do lado esquerdo da boca - incêndio
premeditado na festa junina - bicicleta
pretensiosa que quase voa - queda
artística num banheiro úmido - torcicolo
brusco na hora do abraço


(projéteis de mistério:)
há os que se despedem
nas colisões
com o tempo

bronze

não xinguem
se eu acabar fugindo
do domingo na praia
do picolé de leite
ou de fruta

da pretensão de medalha
no concurso de beleza
do calor humano
desse sol lindo

no fim da tarde
os eletrodos
como eu insistem
em esperar por
choques