13.8.09

calças curtas

receber quem chega de uma viagem rápida
é prever acidentes rodoviários com improvável angústia
lá vai o ônibus deitado se arrastando no asfalto e sua cabeça grande perdendo
os fones de ouvido e talvez outros detalhes enquanto velhos e garotas voam
longe com seus pacotes de salgadinho
e o fracasso dessas suas pernas
em relação às saídas
de emergência lá no alto

checar então velhas fotos
e concluir que sempre foram
assim bem menores
que o tronco

4 comentários:

Vanessa Vieira disse...

oi adoro suas poesias, to escrevendo pro brazilian news tbm, eu faco a capa, meu nome eh vanessa. me add no msn pra agente fica amiga :)
vanessa_vieira5@hotmail.com
bjo

Rodriane DL disse...

muito bom, Anita.

O Autor. disse...

será um milagre se a campainha tocar.

Jean disse...

parabens ana, gostei de seus versos!
um abraço,
Jean