23.7.10

diabetes de tamires

nossa sala enfileirada
na quadra

pirulitos entregues
pelas professoras

lanço olhares cúmplices mas esqueço
que tamires não enxerga
tamires não faz nada direito

só abre agora o pacote de amendoim
salgado que só ela
só ela ganhou

7 comentários:

Anônimo disse...

te amo

Nina disse...

este é meu preferido dos últimos tempos.
(vergonha de postar...)

Bruno de Abreu disse...

gostei disso: "lanço olhares cúmplices mas esqueço/ que tamires não enxerga"

e disso: a sala (aí a gente imagina aquele quadrado) enfileirada (aí a gente imagina a fila) na quadra (aí vem o quadrado de novo) haha, coisa estúpida. coisas estúpidas: filas, salas quadradas, quadras (e as cores das paredes? verde-piscina?) e tudo isso junto + as professoras distribundo pirulitos - lentamente, dá a impressão até de um sadismo contido - + a tamires (coitada...) e o pacote exclusivo de amendoim/ salgado que só ela/... a infância tem dessas coisas cinzas, também. a gente pode ser muito cruel sendo inocente.

e esse azul deep bic é inesperadamente viciante, não? (o do título, porque eu gosto de acompanhar as mudanças de tom do título)

Anônimo disse...

aff se deu amendoim p/ tamires agora tem q da pra todo mundo... td mundo eh igaul

Thiago Cestari disse...

guadalupe, preciso ouvir algo novo, ando meio travadão!

cismas disse...

doce

Lívia Inácio disse...

Adorei seus poemas!